Balestra declara apoio a Jovair: “Fará a Câmara verdadeiramente independente”

jovair-e-balestraO deputado federal Roberto Balestra (PP) confirmou, na tarde desta quarta-feira (25) que está apoiando e fazendo campanha em nome da candidatura do deputado federal Jovair Arantes (PTB) na disputa pela presidência da Câmara Federal. Jovair é candidato contra a reeleição do atual presidente Rodrigo Maia (DEM-RJ).

Segundo explica Balestra, a escolha pela candidatura de Jovair não se deve apenas ao fato do petebista ser o candidato goiano na disputa, mas por tudo o que já fez em relação ao legislativo brasileiro.

“O deputado Jovair Arantes é o meu candidato não só por ser goiano, mas sim por ser articulado e companheiro. Tenho ampla certeza de que ele, como presidente, fará da Câmara um poder verdadeiramente independente”, enfatiza Roberto Balestra, o deputado mais antigo de Goiás na Casa.

Hoje, Jovair e Rodrigo são considerados os dois candidatos de partidos da base aliada do governo do presidente Michel Temer (PMDB) que lutam pelo comando da Casa. Jovair esteve em campanha pelo País há duas semanas para angariar apoios e votos para sua candidatura e retornou nesta terça-feira (24) a Brasília.

O petebista realizou tours por capitais e cidades da Região Nordeste e Norte nesta última semana. As últimas cidades e lideranças a serem visitadas por ele foram Boa Vista (RR), Macapá (AP), Porto Velho (RO) e Manaus (AM). Além de parlamentares, ele também conversou com governadores de Roraima, Suely Campos (PP), do Amapá, Waldez Góes (PDT) e de Rondônia, Confúcio Moura (PMDB).

Apesar de haver um favoritismo em torno da candidatura de Rodrigo Maia, aliados de Jovair apostam que como a votação será secreta, o petebista poderá conquistar diversos votos que já estão sendo contabilizados pelo democrata.

Impedimento jurídico

Outra aposta de vitória por parte de Jovair recai em torno do impedimento jurídico da candidatura de Maia, que por já ser presidente, não poderia, em tese, concorrer à reeleição, conforme determina o regimento da Câmara. Maia defende que foi um presidente ‘tampão’, por ter sido eleito após a renúncia do ex-presidente Eduardo Cunha (PMDB-RJ).

Nos últimos dias a Justiça do Distrito Federal concedeu uma liminar impedindo a candidatura de Maia, mas a defesa do deputado fluminense conseguiu cassá-la. A decisão deverá ficar a cargo do Supremo Tribunal Federal (STF).

O terceiro candidato na disputa e atual líder da bancada do PSD, Rogério Rosso (DF), anunciou nesta quarta-feira (25) que suspenderá sua candidatura à presidência da Câmara até que o Supremo Tribunal Federal (STF) julgue a viabilidade da reeleição de Maia.

Fonte: Pauta Goiás – 25/01/2017

Ainda no h comentrios

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

 

Assine nossa Newsletter

Agenda de Compromissos