Pronunciamento Roberto Balestra (31/10/2017)

balestraSr. Presidente, Sras. e Srs. Deputados, cidadãos que nos acompanham pela TV Câmara e Rádio Câmara, é com imenso entusiasmo que quero repercutir a matéria veiculada no jornal Folha de S.Paulo, da última sexta-feira, dia 27 de outubro. Caros Parlamentares, o maior jornal do País noticiou o fim da recessão no Brasil. Os dados fornecidos pelo Comitê de Datação de Ciclos Econômicos – CODACE, grupo formado pela Fundação Getulio Vargas, estabeleceram o fim da recessão no último trimestre de 2016. De acordo com o colegiado, a recessão durou 11 trimestres, levando o PIB a uma queda bruta de 8,6%, o que eleva a crise, iniciada em 2014, ao patamar de pior recessão da nossa história. Diante do desastre econômico e do aumento do desemprego, vimos a população empobrecendo e deixando de lado os novos hábitos de consumo conquistados alguns anos atrás.

Desde que assumiu a condução do País, o Presidente Michel Temer e toda equipe do Governo Federal têm agido para vencer a crise herdada pelo Governo anterior, através de iniciativas e ações que priorizam o desenvolvimento social e econômico do Brasil. Com medidas corajosas e ousadas, o Governo tem conseguido contornar a recessão e promover o crescimento. Medidas como o teto dos gastos públicos e o saque de mais de R$ 44 bilhões das contas inativas do FGTS foram essenciais para a retomada da economia. A reforma trabalhista, prestes a entrar em vigor, deve abrir mais de 6 milhões de vagas de empregos no País.

Digo a todos nesta Casa que o plano de recuperação econômica tem mostrado resultados positivos. Srs. Deputados e Sras. Deputadas, é notável que o Brasil está voltando a ter credibilidade internacional, principalmente com a criação de novos postos de trabalho. Com isso, a retomada da economia começa a ganhar musculatura e as demais reformas continuam a serem discutidas no Congresso Nacional. A redução da inflação e da taxa básica de juros, somadas ao crescimento da produção industrial, foi um dos impulsionadores da recuperação do País. De acordo com o Ministro Henrique Meirelles, os bons indicadores econômicos podem elevar a projeção do PIB do ano de 2018 para 3%.

Mesmo com êxito no enfrentamento de uma das crises mais severas da história, ainda temos um longo caminho a percorrer para que tenhamos novamente uma economia pujante. É dever do Congresso Nacional discutir e priorizar as demais reformas em pauta, para que continuemos dando andamento ao plano de recuperação da nossa economia. A confiança dos agentes econômicos já foi restabelecida, a recuperação da economia é sólida e temos boas perspectivas para o ano de 2018. Com a consolidação do cenário positivo e a colaboração e garra de todos os brasileiros e brasileiras, estamos construindo um futuro mais favorável para o nosso País. Estamos voltando a ter orgulho de ser brasileiros. Os trabalhadores voltaram a sonhar e, com o esforço em conjunto, garantiremos anos mais prósperos para toda a nação, principalmente, para as futuras gerações.

Sr. Presidente, peço a V. Exa. a divulgação do meu pronunciamento nos meios de comunicação da Casa e no programa A Voz do Brasil.

Muito obrigado.

Ainda no h comentrios

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>

 

Assine nossa Newsletter

Agenda de Compromissos